quarta-feira, 15 de outubro de 2008

PARABÉNS PROFESSOR (A)

No grande cosmos tu és o Semeador.

Tu és presença e pessoa.

Não podes fugir à responsabilidade de semear!

Não digas: o solo é áspero, o sol queima,

Chove freqüentemente, a semente não presta!

Não é tua missão julgar a terra,

O tempo, as coisas,

Tua missão é semear!

As sementes são abundantes

E germinam facilmente.

Um pensamento, um gesto,

Um sorriso, uma promessa de alento,

Um aperto de mão, um conselho amigo,

Um pouco de água!

Não semeies, porém, descuidadamente,

Como alguém que se desincumbe de uma

obrigação,

Ou que cumpre uma simples tarefa!

Semeia com amor, com interesse, com atenção

Como quem encontra nisso o motivo de sua felicidade!

E ao semear não penses:

Quanto me darão?

Quando será a colheita?

Recorda que não semeias para enriquecer,

Aguardando o ganho multiplicado!

Semeias porque não podes viver sem doar-se!

És dono de ti mesmo e da vida

Quando trocas o teu pouco ou muito com o outro.

Sem esperar recompensas: serás recompensado!

Sem esperar riquezas: enriquecerás!

Sem esperar colheita: teus bens se multiplicarão!

Porque semeias num mundo

Onde doar é receber,

Onde dar a vida é perdê-la,

Onde gastar servindo

È fazer crescer e transformar!

Semeia sempre em todo o terreno,

Em todo o tempo e com muito carinho,

A semente,

Como se estivesses semeando o próprio coração.

A esperança a regará!

Sai Semeador! Parte! Prepara!

Leva contigo tudo o que tens, tudo o que sabes

E acolhes o que o outro te dá!

Aceita o desafio do Semeador

Que semeia o bem, a verdade, a sabedoria!

Tu também és um grande Semeador!'.

terça-feira, 14 de outubro de 2008